sexta-feira, 23 de abril de 2010

Idolatria


O que é Idolatria?



Idolatria tem origem nas palavras: Eidolon (imagem) + latreia (culto). A princípio, poderíamos achar que se trata apenas do culto a imagens. Mas vai além disso: repare que, hoje em dia, alguém diz que o cantor tal é seu ídolo. E não está incorreto.

O catolicismo alega que ídolo é um objeto inanimado ao qual se atribui vida própria e poder. Seria uma imagem pagã, um deus. Em vista disso, dizem que não podemos classificar de deuses os “santos” nem à estátua destes, porque eles não são o Criador do Universo nem o Juiz de vivos e de mortos, tanto que não – por ser adoração – não podem receber culto de latria, devido só a Deus. Mas não é bem assim. A Bíblia diz que:

“... a avareza... é idolatria” (Cl 3.5).

Não foi mencionado, aí, o caso de objeto inanimado nem de deus pagão. Trata-se do apego que alguns têm ao dinheiro. Perguntamos: Então a avareza é o Criador dos céus e da terra ou o Julgador de vivos e de mortos para receber culto de latria? É certo que não. Ela nem tem como ser esculpida.

Analisemos mais dois versículos:

“... O destino deles é a perdição, o deus deles é o ventre...” (Fp 3.19),

Esse é o motivo por que a gula está incluída entre as obras da carne, que impedem o homem de herdar o reino de Deus (Gl 5.19,21). É o que acontece com quem usa mal ou com ganância o poder:

“... fazem-se culpados estes cujo poder é o seu deus” (Hc 1.11).

Concluímos que idolatria vai além do amor a imagens pagãs ou não-pagãs, além de se querer atribuir vida e poder a um objeto inanimado. Ídolo é qualquer coisa ou pessoa que colocamos no fundo do coração, em primeiro lugar, depositando nela grande confiança, o que faz dela um deus (com “d” minúsculo). Sendo assim, idolatria pode ser a dedicação a uma imagem, a um ídolo, a um líder religioso, a um deus, a um “santo”, ao ventre, ao poder e a seres ou coisas concretas ou não, reais ou imaginárias, uma vez que até deuses pagãos são criações da mente. É possível idolatrar-se um emprego, um automóvel, um filho e a nós ou a atitudes nossas, o que faz com que Deus perca a primazia.
Jesus disse: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6
Acho que já citei isso que vou escrever a seguir aqui no blog em algum outro momento. Eu amo sapatos e se fosse antes ( digo antes quando não temia a Palavra de Deus) eu diria que adorava. Quando via um sapato que me agradasse em uma vitrine, eu chegava a sonhar com ele e eu ficava inquieta enquanto não o comprasse e eu ficava ali diante dele admirando-o, só faltava me prostrar.
Na semana passada saí com uma amiga para comprar sapatos. Vejam: eu disse sapatos! Não comprei apenas um e sim quatro! Na minha vontade e necessidade um par apenas não bastava para enfrentar a quantidade de eventos para os quais tenho sido convidada a participar.
Aproveitando a promoção comprei um par para a minha filha mesmo sem saber se ela iria gostar ou se iria servir. Chegando em casa lhe dei os sapatos e a carinha dela já foi de desaprovação e além do mais, os sapatos ficaram grandes. No dia seguinte retornei a loja juntamente com a minha filha para que desta vez ela escolhesse o que lhe agradasse. Trocamos o sapato e na hora de acertar a troca a moça da loja disse que estes custavam vinte reais a mais. Pronto! Fiquei sem um centavo no bolso! Cheguei em casa dizendo que o dinheiro hoje em dia já não dava para mais nada e reclamando que tinha ficado sem dinheiro. A cara do meu esposo e do meu filho de dezessete anos foi de espanto. Como que comprando quatro pares de sapatos para mim e mais um para a minha filha, dizia que o dinheiro não dava para mais nada? Obviamente ouvi um sermão daqueles. Precisava ter comprado os quatro de uma vez só? Eu iria usar os quatro de uma vez só? Precisava gastar todo o dinheiro só em sapatos? Por mais que eu me empenhasse em dizer que necessitasse de todos, mais eles procuravam me provar o contrário. Bem, a história não terminou por aí. No meio da tarde desse dia veio a nossa casa um irmão muito chegado dizendo para mim que a sua esposa havia terminado de ler um livro muito bom e ele estava trazendo este livro para que eu o lesse. Parado bem no meio da porta, sorridente, segurando em uma das mãos o livro com a face virada para mim, com letras garrafais vermelhas no seu título: MELHOR DO QUE COMPRAR SAPATOS. Precisa dizer mais alguma coisa?


Amados,
que a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos

8 comentários:

Kathryn Brimblecombe-Fox disse...

Dear Marisete,
Thank you for visiting my BLOG and commenting too. I have visited your BLOG and it looks fascinating! But, I cannot read Portuguese....BUT my daughter can. She spent 1 year in Goiania on a high school exchange in 2008 and can speak and read Portuguese. She is also learning Spanish at University. When she gets home I will ask her to tell me more about your words.
Cheers,
Kathryn

Regina Farias disse...

Então, Marisete...

São esses pequenos vícios que quando não contidos viram essa idolatria.

Mas eu entendo que idolatria é quando não podemos viver sem esses pequenos objetos de desejo, o que não foi o seu caso, que apenas aproveitou a oportunidade. De vez em quando a gente se pega mesmo nessas compulsões que depois vê que era (quase) tudo desnecessário.

Isso é que é saudável: rever, fazer uma releitura dos nossos atos.

Gostei muito,

Beijos

R.

Crislaine disse...

Olá graça e paz!

Fico feliz em ver mais um blog cristão, espalhando a palavra
de Deus, estou passando para te visitar, e dizer que seu blog
está sendo uma bênção em nossa blogosfera cristã, já estou te
seguindo.

Faça-me uma visitinha e aproveite para participar do
Sorteio do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS POR TIM LAHAYE

Jesus Nome Incomparável

Abraços

vilma disse...

Oi querida irmã,que benção poder ler postagens edificantes como as suas.Passei para te desejar uma ótima semana na presença do Senhor Jesus.

vilma disse...

Oi querida irmã,que benção poder ler postagens edificantes como as suas.Passei para te desejar uma ótima semana na presença do Senhor Jesus.

vilma disse...

Oi querida irmã,que benção poder ler postagens edificantes como as suas.Passei para te desejar uma ótima semana na presença do Senhor Jesus.

Trets Welt disse...

Oi Marisete
eta Deus bom!Terminei de ler a historia do sapatos agora e tive que rir de mim tambem.Fiquei muito feliz de ouvir atravez de vc q Deus nao se esqueceu de mim...Estou passando um pedaco agora e nao tinha mais saida.Depois te mando um email.Deus e arretado mesmo(desculpa,e alegria).Bom dia p vc e que ele te use mais e mais...Beijos.Luciene.

Alexandre Pitante disse...

Paz,

Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus continue lhe abençoando poderosamente.

Estou seguindo o vosso blog.

Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Um abraço, Alexandre Pitante.