quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Libertação!




Crise existencial, depressão, vícios... Talvez eu precisasse mesmo passar por tudo isso para realmente aprender a enxergar com olhos espirituais e físicos que milagres acontecem. Após quase uma vida inteira fumando, finalmente consegui parar de fumar. A questão é: por quê eu queria parar de fumar?
Buscar a santidade. Santidade significa: separado para Deus. Por que ser santo?
Porque para estarmos diante do Senhor, devemos nos direcionar para uma vida sem pecados, sem vaidades, precisamos de um coração puro para que Deus aceite a nossa adoração. Quem já acompanha os testemunhos que venho postando aqui no blog sabe dos terremotos, das dificuldades que tive para ser resgatada de um mundo tão distante, onde Deus não queria,que eu estivesse, pois o que Ele quer para mim é a Luz, Ele quer que eu seja sal da terra.
Fiz campanhas na igreja, pedia que os irmãos me ajudassem em oração para que eu fosse liberta do vício do cigarro. Um dia comentei com meu filho que gostaria que aparecesse alguém que em O Nome de Jesus colocasse suas mãos sobre mim e me declarasse liberta. Como se fosse um filme já visto, uma música ouvida, ou até mesmo uma frase já dita, meu filho respondeu: - Mãe, você já pensou que Deus possa estar querendo que essa atitude parta de você? A interrogativa ficou pulsando por vários dias em meu coração e mente. Perguntava-me até quando eu queria brincar com Deus? Até quando eu iria ficar só sonhando com a minha santidade e o meu verdadeiro amor por Jesus? Sentia-me fraca, um pozinho soprado à mercê do vento e tudo começou a se mover aqui dentro de uma maneira diferente. Sabe quando a gente era criança, mas chega um momento que não queremos mais aquelas brincadeiras de crianças? Deixamos as bonecas e carrinhos de lado e prestamos mais atenção ao que é abstrato. Sentimentos, emoções, responsabilidade.
Foi assim que aconteceu comigo. Quando a ficha caiu, observei que eu ainda era uma criança e comecei a comparar minha vida espiritual a uma vida infantil. Mais alguns dias se passaram e tudo remoía dentro de mim e após a exortação espiritual que o pastor fez na igreja num domingo, o Espírito Santo falou muito forte em meu coração e fui liberta do vício.
Então, buscar a santidade para poder estar na presença do Senhor é algo que tem que estar em nossos corações. Quantas vezes em minha tenda, em minha intimidade com Deus eu pedia para que Ele me libertasse? Penso que foi a coisa mais incrível que aconteceu comigo, as lágrimas escorrem enquanto eu digito este testemunho, não de tristeza, mas regozijo-me no meu Senhor. Agradeço a Ele a todo instante. Hoje eu consigo ter paz, sentir a presença maravilhosa e incomparável que é a presença do Senhor em minha vida. Obrigado meu Paizinho querido. Eu te amo, te louvo e te adoro a todo instante da minha vida.
Marisete Zanon

Um comentário:

Paulinha disse...

Amiga!

Que belo testemunho...

Quando tudo parece perdido..e já não vemos aquela tão esperada solução....então elevamos o nosso pensamento à Ele...e de forma positiva e confiante, percebemos que algo nos conforta...e então aquela tão difícil luz no fim do túnel começa a brilhar...

E percebemos que não estamos sós...e além de acreditarmos neste amor divino...percebemos que somos fortes o suficiente, para acreditarmos na nossa própria força!!!

Algo intervém em nossa dor...mas precisamos levantar do leito..e caminhar rumo àquele remédio que pode curar a nossa dor!

Beijos e a paz de Deus querida.